Regulamentação Forex em todo o mundo

Posted by: Freddie Northjaneiro 13, 2021 Updated: abril 9, 2021

Reading Time: minutes


Parts of Regulamentação Forex em todo o mundo
 

This post is also available in: English Indonesia

Centenas de empresas prometem acesso instantâneo ao maior mercado global. Como novos nomes aparecem constantemente, os traders têm dificuldade em escolher uma corretora. Quando se trata de transparência, muitos clientes ficam à mercê de seu provedor. A regulamentação é um aspecto importante da o que é Forex hoje.

Tamanho do mercado Forex hoje

O câmbio estrangeiro é gigantesco. Na verdade, é o maior e mais líquido mercado. Seu faturamento diário é estimado em mais de US $ 5 trilhões. Moedas são comprados e vendidos por instituições e comerciantes de varejo. A maioria dos investidores atua por meio de intermediários – corretores de Forex. Indivíduos configuram contas e acessam o mercado via negociação Programas.

Se você quiser ver a lista de corretores regulamentados vá aqui

Apesar do tamanho colossal do mercado Forex global, este campo carece de regulamentação. Não existe uma legislação universal ou organismo internacional para policiar o Forex 24 horas por dia, 7 dias por semana. As estatísticas também são aproximadas. Em média, apenas 5% – uma pequena fração – de todas as corretoras que oferecem opções de câmbio e binárias trabalham sob autoridade regulatória. Como resultado, os abusos não são incomuns. Alguns corretores fraudam clientes, confiscando seus fundos.

Regulamentação Forex

Águas perigosas do mercado não regulamentado

Cada Guia Forex instrui os comerciantes a ficarem vigilantes para evitar corretoras inescrupulosas. Outra ameaça é a especulação excessiva de participantes institucionais, uma causa de perdas descontroladas. Mesmo que você conheça todos os Termos de Forex e seguir uma estratégia, você nunca poderá retirar os lucros.

Entre 2001 e 2008, o mercado viu uma enxurrada de fraudes. Isso levou a CFTC a estabelecer uma força-tarefa especial. Eventualmente, uma regulamentação rigorosa do mercado Forex foi introduzida no Reino Unido para proteger os interesses dos comerciantes de varejo. Este foi o Commodity Exchange Act (CEA).

Primeiro, deu o CFTC jurisdição sobre transações de câmbio de varejo com alavancagem. De acordo com a lei, apenas empresas regulamentadas têm o direito de se envolver em transações Forex com clientes de varejo no país. Além disso, o registro tornou-se obrigatório para todos os corretores online, e eles tiveram que cumprir os rigorosos padrões da National Futures Association (NFA). Mas e quanto aos atores institucionais como os grandes bancos? Essas partes respondem pela maior parte do volume diário de câmbio (95%).

O objetivo do regulamento Forex

Não há como negar que a regulamentação Forex é essencial para a indústria. Uma estrutura legal deve garantir um ambiente justo e ético onde os interesses dos comerciantes sejam protegidos de forma adequada. Para corretores, o Forex deve ser um campo de jogo nivelado. No momento, todos os bancos de investimento, corretores e vendedores de sinais são obrigados a cumprir as normas e regras da indústria impostas em suas jurisdições.

Leitura Revisão FBS , corretor regulamentado

Cada um desses atores deve atender aos padrões de qualidade para se qualificar para registro e licença no país onde está baseado. Existem também auditorias regulares, avaliações e análises que verificam a conformidade. Finalmente, um corretor é obrigado a ter fundos suficientes para executar os contratos de Forex de seus clientes e fornecer uma compensação em caso de falência.

A violação dos referidos requisitos coloca os corretores e outros prestadores de serviços fora do campo jurídico. As agências reguladoras têm um amplo arsenal de fiscalização para proteger os direitos dos consumidores. Eles podem usar meios criminais, civis e regulatórios para neutralizar práticas ilegais e abaixo do padrão.

Um regulador pode divulgar avisos para garantir que sua decisão seja transparente. Esses alertas dizem respeito a partes locais e estrangeiras (empresas e indivíduos). À medida que são tornados públicos, a ação de execução tem um efeito dissuasor mais forte. Ainda assim, isso não é suficiente.

A necessidade de medidas mais rígidas

Embora existam regulamentos, eles não garantem o retorno de fundos ou patrimônio para um cliente. Isso é verdade mesmo quando ações disciplinares são tomadas e sanções são impostas. Corretores antiéticos ainda podem escapar impunes de seus crimes. Os órgãos reguladores agem contra fornecedores fraudulentos de acordo com a legislação local.

Mas e se o corretor não estiver oficialmente registrado? Este é o pior cenário possível. Os clientes de corretores não regulamentados têm recursos insuficientes se forem injustiçados. As agências de fiscalização podem usar medidas semelhantes, mas seus poderes são limitados. É por isso que é crucial ter certeza de que você está negociação por meio de um intermediário regulamentado.

Trabalhando Juntos para Combater Fraudes Forex

Hoje, cada regulador tem sua própria jurisdição. Às vezes, essas entidades podem unir esforços para neutralizar a duplicidade. Isso agora é verdade para a UE. Lá, uma licença de um estado membro é considerada válida em todo o continente. A necessidade de padronizar as práticas é óbvia e já foram dados passos nessa direção.

Os legisladores da UE têm feito esforços para padronizar as práticas em todo o bloco. Em 2007, o Reino Unido viu a introdução de uma estrutura regulatória universal chamada MiFID (Markets in Financial Instruments Directive). Isso lançou as bases do sistema regulatório do continente nas finanças.

Uma década depois, o arcabouço foi revisado em relação à crise financeira de 2008. As alterações foram concebidas para restaurar a confiança na indústria e fornecer uma melhor proteção dos interesses dos investidores. O desenvolvimento e a introdução da segunda versão (MiFID II) levaram seis anos.

Nem todos concordaram, porém, que o Forex deve ser coberto por qualquer regulamentação mais ampla. Enquanto a MiFID estava sendo revisada, protestos vieram da Associação para Mercados Financeiros na Europa (‘AFME’). Ele alertou sobre “consequências não intencionais” adversas, uma vez que uma regulamentação rígida poderia impedir os corretores de prestar serviços de uma forma conveniente para os negociadores.

Abordagens Locais

Hoje, ainda não existe uma estrutura universal que cubra todo o tamanho do mercado Forex. O cenário jurídico é uma colcha de retalhos de regulamentações locais. Cada corretor deve cumprir as regras de sua jurisdição. Algumas organizações, porém, são mais proativas do que outras.

Essa é a Autoridade de Serviços Financeiros (FSA) no Japão. Seu poder se estende a todos os mercados, incluindo o varejo Forex. Nos últimos anos, a entidade veio com novas regulamentações, como a limitação da alavancagem máxima permitida. A UE, em comparação, tem condições de alavancagem mais flexíveis na maioria de seus estados membros. Isso também é válido para FCA Forex regulamentação no Reino Unido .

Regulamentos mais leves também são usados em Chipre, onde o órgão regulador central é o CySEC (Comissão de Valores Mobiliários do Chipre). Formalmente, faz parte dos regulamentos europeus da MiFID. No entanto, Chipre é muito atraente para corretores localizados em outros lugares. O sistema local permite que eles adquiram uma licença mais facilmente do que em outros estados membros.

Controvérsias regulatórias de Forex

Mudanças na regulamentação Forex são necessárias. Apesar do tamanho do Forex, a indústria carece de regras universais que protejam os comerciantes de varejo. O mercado institucional é relativamente desregulamentado. Isso significa que o comerciante de um cliente de varejo deve aceitar uma série de riscos. Eles se referem a modelos de precificação, alta volatilidade e inconsistências nas informações.

Para corretoras, trabalhar sob um órgão regulador autorizado acarreta despesas adicionais. Ainda assim, algumas empresas estão dispostas a conduzir negócios legais. De jeito nenhum Corretores Forex são trapaceiros, mas os comerciantes precisam fazer uma pesquisa completa sobre a experiência de seu intermediário.

Os indivíduos podem escolher entre corretores locais e empresas sediadas no exterior. Na maioria dos casos, a gama de serviços é semelhante. Portanto, os clientes devem se concentrar não apenas em spreads reduzidos. Eles devem verificar se o provedor está oficialmente registrado e se a licença é válida. Infelizmente, os golpes de Forex ainda são comuns. Até que apareça uma estrutura regulatória universal, corretores duvidosos continuarão inventando novas maneiras de fraudar seus clientes.

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

This post is also available in: English Indonesia

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Related Posts

Kelly Adamson

05/10/2021

Negociação Forex Fácil em Ouro

Freddie North

05/03/2021

Citações inspiradoras de Forex

Freddie North

04/27/2021

Negociação em Forex sem depósito

>